Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Pular navegação e ir direto para as categorias

Pular navegação e ir direto para a lista de colunistas

Pular navegação e ir direto a assinatura do Feed RSS

Finalmente um post novo aqui no DC.

E pra não ficar só aquele chororô de falta de tempo (e de assunto) pra postar aqui, vou falar sobre um evento que aconteceu há uns dias. Outros textos estão vindo também, espero que a morosidade dos últimos meses não volte pra cá nunca mais!

No sábado, dia 26 de março, aconteceu  a primeira edição do Construção, um evento cuja ideia é conhecer mais a história da carreira dos profissionais, e menos do portfólio deles. O projeto foi pensado por Felipe Tofani (Pristina), Rodrigo Louzada (DesignFlakes) e Tiago Yonamine (@trampos) e inspirado no gringo Creative Mornings. Na época que o Construção (ainda sem nome) foi concebido eu trabalhava com o Felipe, e me impressionei com o projeto assim que ele me contou, sabia que ia ser um negócio legal.

E como o objetivo é conhecer a trajetória de cada um, o que os fez chegar em cada lugar, nada melhor que pessoas com histórias diferentes pra contar. Para a primeira edição, os convidados foram Henrique Nardi (Tipocracia), André Passamani (Colmeia) e Beto Macedo (Trip).

Henrique começou a se interessar por tipografia na faculdade. Ainda no tempo acadêmico, participou pela 1ª vez do N-Design (encontro nacional de designers) e desde 1999 não perde uma edição. Por conta disso conheceu um monte de gente do design no país todo (já que cada ano ele acontece em um canto do Brasil). Então com o conhecimento por tipografia crescendo, ele passou a ministrar workshops pra disseminar esse conteúdo, ensinando quem quisesse aprender. Aproveitando sua longa rede de contatos, levou o Tipocracia para mais de 15 estados brasileiros até hoje.

Henrique Nardi

Passamani trabalha com internet há um tempão e é produtor executivo da Colmeia. Não, ele não é designer, mas veio compartilhar coisas que aprendeu com uns ‘designers fodões‘, como ele mesmo entitulou sua apresentação. Abriu algumas empresas, faliu com elas, começou de novo, se associou a uma empresa de tecnologia que acabou com suas ideias e chegou até a Colmeia, onde é o cara responsável por fazer as ideias irem de fato pro ar, ou pra rua. Os 9 ensinamentos ficam pra quem esteve no evento :)

Beto Macedo é designer por formação e foi trabalhar com publicidade online. Depois de passar por algumas agências como funcionário (McCann, iDeal), teve duas experiências com negócios próprios (Bumaiê e Gruda em Mim), voltou pra publicidade (iThink, Rapp) e hoje foi pra área editorial, trabalhando com interatividade na Revista Trip. A conversa com o Beto foi a onde o bate-papo aconteceu mais. Talvez por ser a última.

Uma pergunta questionou sobre o que a Trip faria na área digital, já que é uma revista reconhecida por não só seguir padrões, mas também experimentar (há vários anos convidou David Carson pra fazer seu projeto gráfico, entre outras coisas). Beto respondeu falando do aplicativo para iPad que está sendo feito e que pretendem dar foco na navegação pra gerar uma boa experiência, já que só colocar as matérias do papel no aplicativo não vai dar certo, e que como a tecnologia avança muito rápido e uma porção de novos hardwares são lançados o tempo todo, ainda não existe um padrão de uso, o negócio mesmo vai ser experimentar, inclusive nos modelos de negócio, cobrança. Questionado por mim, disse que sentia diferença entre o estilo do design publicitário pro editorial, onde o apelo comercial é menor.

Depois que acabou o pessoal que ainda tava lá pôde bater um papo e se conhece melhor, uma ótima oportunidade pra networking.

A ideia do evento é ser pelo menos mensal, aconteceu em São Paulo, na Galeria Ouro Fino, na Rua Augusta, pertinho da famosa Oscar Freire, fácil de chegar de todas as formas de transporte. Pra próxima edição é só acompanhar a página do Construção no Facebook e se inscrever pros próximos eventos.


RSS Acompanhe os posts do Design Coletivo.

Publicado em: Eventos, Mercado, quarta-feira, 6th abril, 2011 às 8:09 pm
Tags:
Você pode acompanhar todas as respostas para esta entrada via RSS 2.0, escrever um comentário, ou deixar um trackback através do seu site.

Permalink

1 Comentário para "Construção: a pessoa antes do profissional"


  1. Binho:
    abril 9th, 2011 às 12:07 pm

    Pela forma como conta parece mesmo que foi um evento bem legal e diferente da maioria do seguimento. Deixa a impressão de ser algo mais voltado ao empreendedorismo e inovação do que o compartilhamento de técnicas em design. Muito interessante.

    Ps. Favor enviar os 9 ensinamentos… rs rs rs.

    Abraços!



Comente!

Sobre

O Design Coletivo é formado por 8 designers, interessados em criação de conteúdo relevante sobre design e seu reflexo no mercado, além do estímulo do debate nos assuntos referentes à area.

Leia a descrição completa

Destaques